Central do cliente
Esqueci minha senha
Home Contato
Home » Notícias
Juros futuros recuam após IPCA abaixo das estimativas
Postado em: 10/04/2013
Juros futuros recuam após IPCA abaixo das estimativas
Às 9h58, na BM&#38FBovespa, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para julho de 2013 tinha taxa de 7,24%, de 7,22% na mínima e 7,26% no ajuste de terça-feira
O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 0,47% em março, ante 0,60% em fevereiro

São Paulo - Os juros futuros reagem em queda à inflação oficial abaixo da mediana das estimativas divulgada nesta quarta-feira.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 0,47% em março, ante 0,60% em fevereiro e 0,50% na mediana das previsões (levantamento AE Projeções).

Em 12 meses até o mês passado, porém, a inflação rompeu o teto da meta, ao ficar em 6,59%.

“Na abertura dos negócios, houve um movimento técnico, de correção, porque na tarde de ontem o mercado havia se antecipado para um IPCA mais salgado.

O fato de o IPCA ter vindo um pouco melhor que o esperado, ainda que tenha rompido o teto da meta em 12 meses, pode induzir o Banco Central a esperar até maio para atuar na Selic“, disse o estrategista-chefe do banco WestLB, Luciano Rostagno, acrescentando que, no mês que vem, a autoridade monetária terá em mãos números mais atualizados sobre a atividade econômica, entre eles o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre de 2013. “O mercado entende que o BC pode optar por esperar até lá.“

Rostagno destacou que “o índice de difusão (69%) está no maior nível desde março de 2003“. O cenário inflacionário no País continua “preocupante“, completou o estrategista do WestLB.

Segundo um operador, o IPCA “mais comportado“ e a melhora do índice de difusão, que representa o porcentual de preços de itens em alta do IPCA, aliviam a pressão. “Não quer dizer que o indicador esteja baixo“, ressaltou, “mas alivia.“ De acordo com o operador, apesar da queda, a curva a termo precificava, há pouco, 60% de chance de alta da Selic em março.

Às 9h58, na BM&#38FBovespa, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para julho de 2013 tinha taxa de 7,24%, de 7,22% na mínima e 7,26% no ajuste de terça-feira.

O contrato para janeiro de 2014 marcava 7,84%, ante 7,81% na mínima e 7,88% no ajuste da véspera. O DI para janeiro de 2015 apontava 8,41%, de 8,38% na mínima e 8,48% no ajuste. O contrato com vencimento em janeiro de 2017 tinha taxa de 9,06%, ante 9,04% na mínima e 9,14% na véspera.
Fonte: exame.abril.com.br/mercados/noticias/juros-futuros-recuam-apos-ipca-abaixo-das-estimativas-2?page=2
Parceiros
SEJA UM PARCEIRO!
SEJA UM PARCEIRO!
SEJA UM PARCEIRO!
COGNITOS
SEJA UM PARCEIRO!
SEJA UM PARCEIRO!
SEJA UM PARCEIRO!
EPIRA
COGNITOS
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI
EPIRA
COM DOMINIO DA SAUDE LTDA - ME
EverNET - Sites e Sistemas Online
 
Home Sobre o site Contato Anuncie
Valid XHTML 1.0 Transitional
Atenção: O Guia Metalúrgico não se responsabiliza pelos anúncios constantes de seu site, que são de responsabilidade exclusiva de cada anunciante
Copyright © 2012 - Guia Metalúrgico, Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela   |