Central do cliente
Esqueci minha senha
Home Contato
Home » Notícias
Novo cálculo do seguro-desemprego considera horas-extras e gorjetas
Postado em: 13/08/2013
Novo cálculo do seguro-desemprego considera horas-extras e gorjetas

Valor passa a ser estabelecido com base no salário-de-contribuição informado no CNIS

Desde 3 de setembro , o cálculo do seguro-desemprego passa a ser feito com base na média aritmética dos salários-de-contribuição informados no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), dos últimos três meses anteriores à dispensa do empregado, conforme determina a Resolução nº 699, do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat).   A advogada trabalhista e previdenciária da IOB Folhamatic, Milena Sanches, explica que o salário-de-contribuição, é o total dos rendimentos pagos, devidos ou creditados a qualquer título, durante o mês, destinados a retribuir o trabalho. 

“As gorjetas, horas-extras realizadas e os adiantamentos decorrentes de reajuste salarial também são considerados salário-de-contribuição”, diz. Já os benefícios da previdência social, as parcelas do vale-refeição e alimentação, as importâncias recebidas a título de férias indenizadas e o respectivo adicional constitucional não são considerados salário-de-contribuição.

Caso o salário-de-contribuição não constar no CNIS, serão utilizadas as informações da carteira de trabalho.

Vale lembrar que a parcela do seguro-desemprego para quem recebe salário acima de R$ 1711,45 é, invariavelmente, de R$ 1163,76.

Veja como ficou na prática:

Antes

Salário mensal de R$ 800
Cálculo da média salarial = 800 + 800 + 800 /3 = 800 x 0,8 (conforme tabela) = R$ 640 de salário-desemprego

Agora

Salário mensal de R$ 800 
Hora-extra R$ 200 
Cálculo da média salarial = 1000 + 1000 + 1000 /3 = 1000 x 0,8 (conforme tabela) = R$ 800 de salário-desempreg

Tabela de cálculo e valores do seguro-desemprego a partir de 1º de janeiro de 2012

Faixas de salário médio

Valor da parcela

Até R$ 1.026,77

Multiplica-se o salário médio por 0,8 (80%)

De R$ 1026,78 até R$ 1711,45

Multiplica-se R$ 1026,77 por 0,8 (80%) e o que exceder a R$ 1026,77 multiplica-se por 0,5 (50%), e somam-se os resultados

Acima de R$ 1711,45

O valor da parcela será de R$ 1163,76, invariavelmente

 

 

Fonte: www.clickcarreira.com.br/remuneracaoebeneficios/2012/9/10/4668/novo-calculo-do-seguro-desemprego-considera-horas-extras-e-gorjetas.html
GUIA 6 ANOS
Parceiros
COGNITOS
SEJA UM PARCEIRO!
SEJA UM PARCEIRO!
EPIRA
SEJA UM PARCEIRO!
SEJA UM PARCEIRO!
SEJA UM PARCEIRO!
SEJA UM PARCEIRO!
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI
COGNITOS
EPIRA
EverNET - Sites e Sistemas Online
ANUNCIE AQUI
 
Home Sobre o site Contato Anuncie
Valid XHTML 1.0 Transitional
Atenção: O Guia Metalúrgico não se responsabiliza pelos anúncios constantes de seu site, que são de responsabilidade exclusiva de cada anunciante
Copyright © 2012 - Guia Metalúrgico, Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela   |