Central do cliente
Esqueci minha senha
Home Contato
Home » Notícias
Novo cálculo do seguro-desemprego considera horas-extras e gorjetas
Postado em: 13/08/2013
Novo cálculo do seguro-desemprego considera horas-extras e gorjetas

Valor passa a ser estabelecido com base no salário-de-contribuição informado no CNIS

Desde 3 de setembro , o cálculo do seguro-desemprego passa a ser feito com base na média aritmética dos salários-de-contribuição informados no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), dos últimos três meses anteriores à dispensa do empregado, conforme determina a Resolução nº 699, do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat).   A advogada trabalhista e previdenciária da IOB Folhamatic, Milena Sanches, explica que o salário-de-contribuição, é o total dos rendimentos pagos, devidos ou creditados a qualquer título, durante o mês, destinados a retribuir o trabalho. 

“As gorjetas, horas-extras realizadas e os adiantamentos decorrentes de reajuste salarial também são considerados salário-de-contribuição”, diz. Já os benefícios da previdência social, as parcelas do vale-refeição e alimentação, as importâncias recebidas a título de férias indenizadas e o respectivo adicional constitucional não são considerados salário-de-contribuição.

Caso o salário-de-contribuição não constar no CNIS, serão utilizadas as informações da carteira de trabalho.

Vale lembrar que a parcela do seguro-desemprego para quem recebe salário acima de R$ 1711,45 é, invariavelmente, de R$ 1163,76.

Veja como ficou na prática:

Antes

Salário mensal de R$ 800
Cálculo da média salarial = 800 + 800 + 800 /3 = 800 x 0,8 (conforme tabela) = R$ 640 de salário-desemprego

Agora

Salário mensal de R$ 800 
Hora-extra R$ 200 
Cálculo da média salarial = 1000 + 1000 + 1000 /3 = 1000 x 0,8 (conforme tabela) = R$ 800 de salário-desempreg

Tabela de cálculo e valores do seguro-desemprego a partir de 1º de janeiro de 2012

Faixas de salário médio

Valor da parcela

Até R$ 1.026,77

Multiplica-se o salário médio por 0,8 (80%)

De R$ 1026,78 até R$ 1711,45

Multiplica-se R$ 1026,77 por 0,8 (80%) e o que exceder a R$ 1026,77 multiplica-se por 0,5 (50%), e somam-se os resultados

Acima de R$ 1711,45

O valor da parcela será de R$ 1163,76, invariavelmente

 

 

Fonte: www.clickcarreira.com.br/remuneracaoebeneficios/2012/9/10/4668/novo-calculo-do-seguro-desemprego-considera-horas-extras-e-gorjetas.html
Parceiros
SEJA UM PARCEIRO!
SEJA UM PARCEIRO!
SEJA UM PARCEIRO!
COGNITOS
SEJA UM PARCEIRO!
EPIRA
SEJA UM PARCEIRO!
SEJA UM PARCEIRO!
EverNET - Sites e Sistemas Online
ANUNCIE AQUI
EPIRA
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI
 
Home Sobre o site Contato Anuncie
Valid XHTML 1.0 Transitional
Atenção: O Guia Metalúrgico não se responsabiliza pelos anúncios constantes de seu site, que são de responsabilidade exclusiva de cada anunciante
Copyright © 2012 - Guia Metalúrgico, Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela   |