Central do cliente
Esqueci minha senha
Home Contato
Home » Notícias
Produção da indústria reage em abril e sobe 8,6% ante 2012
Postado em: 04/06/2013
Produção da indústria reage em abril e sobe 8,6% ante 2012
Em comparação anual, esta foi a maior alta da produção industrial desde agosto de 2010 (Germano Luders)

Em relação a março, avanço é de 1,8% e mostra tendência de aceleração

Na comparação anual a indústria brasileira mostrou em abril um comportamento bem melhor do que o visto em março. Os dados do quarto mês mostraram aceleração de 8,4% ante abril de 2012 e avanço de 1,8% frente a março, conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta terça-feira. Na relação anual, esta foi a maior alta desde agosto de 2010, quando o indicador subira 8,6%.

Com isso, a produção da indústria, um dos setores que tem mais afetado negativamente o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro nos últimos trimestres, acumulou alta de 1,6% do primeiro quadrimestre do ano, revertendo a queda de 1,1% assinalada nos quatro últimos meses do ano passado. Em março, o indicador havia caído 3,3% em relação ao mesmo mês de 2012, mas subido 0,7% ante fevereiro. Em fevereiro, por sua vez, havia apresentado a maior queda mensal desde dezembro de 2008, quando estourou a crise mundial. 

Ainda de acordo com o IBGE, em 12 meses, contudo, o índice ainda mostra contração, de 1,1%. Mesmo assim, o dado negativo de abril de 2013 é menor do que o visto nos meses anteriores neste tipo de comparação: janeiro (-2,0%), fevereiro (-1,9%) e março (-2,0%). Vale ressaltar que abril teve dois dias úteis (22) a mais do que o mesmo mês de 2012.

Destaques - Na comparação de abril com março, 17 dos 27 ramos de atividade tiveram alta, sendo as principais influências positivas de veículos automotores (8,2%), máquinas e equipamentos (7,9%) e alimentos (4,8%). No campo negativo, o destaque vai para bebidas (-5,9%) e material eletrônico, aparelhos e equipamentos de comunicações (-6,5%), que reverteram as taxas positivas do mês anterior: 1,5% e 0,6%, respectivamente.

Já na relação com abril de 2012, 23 das 27 atividades e 63,4% dos produtos pesquisados apontaram expansão na produção, de acordo com o IBGE. O maior peso positivo veio do ramo de veículos automotores (23,9%), com crescimento de produção de aproximadamente 80% dos produtos avaliados. Outras contribuições relevantes vieram de máquinas e equipamentos (18,1%), refino de petróleo e produção de álcool (11,7%), alimentos (7,7%), máquinas, aparelhos e materiais elétricos (18,9%) e borracha e plástico (13,3%). Entre as atividades que reduziram a produção, destacam-se indústrias extrativas (-8,3%), edição, impressão e reprodução de gravações (-5,8%) e metalurgia básica (-2,1%).

Fonte: veja.abril.com.br/noticia/economia/producao-da-industria-reage-em-abril-e-sobe-8-6-ante-2012
Parceiros
COGNITOS
SEJA UM PARCEIRO!
SEJA UM PARCEIRO!
SEJA UM PARCEIRO!
EPIRA
SEJA UM PARCEIRO!
SEJA UM PARCEIRO!
SEJA UM PARCEIRO!
ANUNCIE AQUI
COGNITOS
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI
EPIRA
EverNET - Sites e Sistemas Online
ANUNCIE AQUI
 
Home Sobre o site Contato Anuncie
Valid XHTML 1.0 Transitional
Atenção: O Guia Metalúrgico não se responsabiliza pelos anúncios constantes de seu site, que são de responsabilidade exclusiva de cada anunciante
Copyright © 2012 - Guia Metalúrgico, Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela   |