Central do cliente
Esqueci minha senha
Home Contato
Home » Notícias
Banco Central sobe juros para 8,00%
Postado em: 30/05/2013
Banco Central sobe juros para 8,00%
Reunião do Copom: na última semana, o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, voltou a afirmar que o BC iria agir para derrubar a inflação

Após alta na última reunião, Comitê de Política Monetária elevou novamente a Selic, dessa vez, em 0,50 ponto percentual

São Paulo - O Comitê de Política Monetária (Copom) elevou a taxa básica de juros em 0,50 ponto percentual, para 8,00% ao ano. A alta era esperada por parte do mercado e mostra uma aceleração no ritmo de subida em relação à reunião anterior, que elevou a taxa em 0,25 ponto percentual. A decisão foi unânime e sem viés.

Em comunicado, o Copom afirmou que " essa decisão contribuirá para colocar a inflação em declínio e assegurar que essa tendência persista no próximo ano". A ata da reunião será divulgada na próxima semana. O Comitê se reunirá novamente nos dias 09 e 10 de julho.

Inflação

Na última semana, o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou que o BC faria o que fosse necessário, "com a devida tempestividade" para colocar a inflação em declínio no segundo semestre. O IPCA, inflação oficial do governo, apresentou variação de 0,55% em abril, 0,8 ponto percentual acima da taxa de 0,47% registrada em março. O número veio acima da expectativa do mercado, mas, no acumulado dos últimos 12 meses, voltou a ficar abaixo do teto da meta do governo. Em 12 meses, o IPCA ficou em 6,49%, ante 6,59 % de março - o teto da meta é de 6,5%.

Na reunião anterior, realizada em abril, o Copom havia decidido elevar a Selic em 0,25 ponto percentual, para 7,50%, interrompendo a manutenção da taxa em 7,25% que ocorreu após um ciclo de cortes. O ciclo de dez reduções seguidas havia sido iniciado pelo Copom em 31 de agosto de 2011 (veja gráfico no final da matéria). Em maio de 2012, a Selic atingiu sua mínima histórica no Brasil até então, 8,5%, e seguiu em queda, atingindo novas mínimas.

PIB

Na manhã de hoje, foi divulgado o PIB do primeiro trimestre de 2013. O crescimento de 0,6% no período, na comparação com o  quarto trimestre de 2012, na série com ajuste sazonal, veio abaixo da expectativa do mercado, mas ainda assim, foi um dos maiores do governo Dilma. O maior crescimento trimestral durante o governo Dilma foi registrado no primerio trimestre de 2011, 0,8%. O segundo maior crescimento foi obtido no último trimestre de 2012, 0,6%, o mesmo registrado no primerio trimestre de 2013.

 

 

Fonte: exame.abril.com.br/economia/noticias/8-00-banco-central-sobe-juros-para-8-00
Parceiros
SEJA UM PARCEIRO!
SEJA UM PARCEIRO!
SEJA UM PARCEIRO!
SEJA UM PARCEIRO!
COGNITOS
EPIRA
SEJA UM PARCEIRO!
SEJA UM PARCEIRO!
EPIRA
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI
COM DOMINIO DA SAUDE LTDA - ME
ANUNCIE AQUI
COGNITOS
ANUNCIE AQUI
 
Home Sobre o site Contato Anuncie
Valid XHTML 1.0 Transitional
Atenção: O Guia Metalúrgico não se responsabiliza pelos anúncios constantes de seu site, que são de responsabilidade exclusiva de cada anunciante
Copyright © 2012 - Guia Metalúrgico, Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela   |